terça-feira, 13 de março de 2012

A Personalidade no ambiente de trabalho


Por: Lívio Callado
José Nogueira dos Reis
Soraya Sarah Fakir Coscione

É a sua personalidade que deve estar voltada às exigências, interesses e necessidades de uma empresa, e não o contrário, ou seja, não é a empresa que deve estar voltada ao seu jeito de ser ou de agir.
Toda pessoa de gênio difícil e temperamento agressivo acaba tendo problemas de relacionamento e podendo comprometer o seu desenvolvimento socio-profissional.
É preciso estar satisfeito consigo mesmo, buscar se conhecer, se aceitar, inclusive com suas limitações, se aperfeiçoando, para bem conviver no ambiente de trabalho.

Personalidade no trabalho está relacionada com Competências Pessoais e Profissionais, sejam elas inatas ou natas, que nascem com o individuo ou são adquiridas posteriormente:

Capacidade de calculo
Capacidade de raciocínio
Capacidades criativas
Capacidade de comunicação
de Desenvolvimento Pessoal
de Relacionamento interpessoal
de Mudança e adaptação
de seguir Normas, regras e leis

Destaca-se também que algumas caracteristicas de personalidade podem ser desenvolvidas no local de trabalho, tais como:

Perseverança
Iniciativa
Constância no Esforço
Coragem
Resolução
Organização
Independência
Desejo de Instrução
Assiduidade


Conclusão:

O ser humano é um ser complexo por natureza, ao mesmo tempo que é distinto um dos outros, possuindo características próprias definidas essencialmente pela sua personalidade. Ao mesmo tempo em que é um ser complexo, é também o recurso mais importante e mais “problemático” das organizações, visto que a natureza humana não permite que o individuo dispa-se das características básicas da sua personalidade ao ingressar para as organizações.Deste modo, entender os indivíduos dentro da organização tornou-se o principal desafio dos gestores. Entender o indivíduo é algo difícil e passa por perceber a sua personalidade bem como as suas componentes: Temperamento e Carácter.

A utilidade do estudo da personalidade, não visa apenas identificar os indivíduos mais capacitados para uma determinada função, em vez disso permite que os gestores possam alocar ou posicionar melhor os talentos da empresa, traduzindo-se num maior engajamentodo pessoal. Sem a escolha e correcta alocação de pessoas adequadas pode-se estar fadado ao insucesso.Em suma, entender a personalidade é uma forma de se aliar a uma boa gestão, visto que esta permite perceber com maior profundidade as necessidades dos colaboradores, e como estes se comportam perante a organização. Sem esta, planos e pessoas podem ficar frustadas e consequentemente desmotivadas.


Fontes: http://www.catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=4170
http://nogueirareis.tripod.com/id6.html
http://pt.scribd.com/doc/4871834/Personalidade-e-Identidade-nas-Organizacoes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário